Remotizar – Incorporar o trabalho remoto nas organizações

trabalho remoto

Share This Post

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Vivemos tempos extraordinários que exigem respostas extraordinárias.

No curto-prazo, para muitas empresas e instituições, os principais desafios serão a “remotização” forçada das equipas. A operacionalização do tele-trabalho e o restabelecimento possível das operações e processos de negócio críticos durante esta fase. Muitos impactos desta situação e do abrandamento sem precedentes da atividade económica não serão passageiros. Pelo contrário, irão continuar a sentir-se mesmo após a Covid-19 estar controlada e a vida começar a regressar à normalidade. Um desses impactos será a recessão económica que se seguirá e que durará até ao amanhecer da nova reconfiguração económica e social.

Se antes era tido como opção, as circunstâncias obrigam as organizações a normalizar o trabalho remoto. Uma coisa é certa: ele veio para ficar!

O Trabalho Remoto para o Colaborador

A tendência está plenamente identificada e tem vindo a ser cada vez mais documentada. A quarentena, apesar dos seus inúmeros efeitos negativos, irá fazer com que muitas pessoas passem a valorizar ainda mais a sua liberdade individual. Mais tempo de qualidade e em família, mais dinheiro (e tempo) poupado em deslocações para o local de trabalho. Isto sem falar no conforto de todas as opções que existem fora do escritório, a começar pelo próprio lar. Será natural que pessoas gradualmente exijam às suas organizações mais liberdade para trabalhar remotamente. Essa componente irá cada vez mais incorporar o ordenado emocional. As empresas devem começar, desde já, a incorporar modelos de trabalho remotos e mais flexíveis.

A Remotização para a Empresa

Muitas empresas não conseguirão operar sem alguns colaboradores fisicamente presentes nas suas instalações. No sentido inverso, existirão entidades para as quais o trabalho remoto pode representar uma poupança significativa. Os custos operacionais (sobretudo se houver arrendamento de espaço), podem ser substituídos. Esta troca exige um investimento (porventura menor) em ferramentas para trabalho remoto, formação, operacionalização e gestão de equipas deslocalizadas.

Como agilizar a adoção do Trabalho Remoto nas organizações

Existem empresas de referência (Amazon ou UnitedHealth Group) que adotaram o trabalho remoto como norma e com as quais as empresas portuguesas podem aprender. Para além destas referências , que poderão inspirar até as maiores empresas do tecido empresarial português, existe uma rede de prestadores de serviços especializados em remotização de equipas. A sua missão é equipar as empresas e as forças de trabalho com as ferramentas essenciais para trabalharem remotamente. Especialistas como a June Bolneo e a WorkRemote estão na vanguarda do trabalho e serão aliados importantes nas futuras transformações.

More To Explore

robotização
Uncategorized

What can you do with Machine Learning?

What is Machine Learning (ML)? ML can be simplified as the subset of Artificial Intelligence (AI) focused on computer algorithms which improve automatically through experience,

Asset 10

Found something interesting?

Get in touch and find out all we can do together

Give Us A Call​​

(+351) 914 001 194

Meet us

R. António Champalimaud, 1 1600-514 Lisbon, Portugal

Send Us A Message​​

info@genesis.studio

WhatsApp

(+351) 914 001 194